[Chaves] Boas festas / Balões (SE01EP01)

Boas festas / Balões (“Rateros torpes / Los globos“)
SE01EP01 – Exibido pela primeira vez em 26 de fevereiro de 1973
Escrito e dirigido por Roberto Bolaños

2168798875487

Assim como foi com o Chapolin Colorado e com o próprio Chaves, outro personagem acompanhou Bolaños durante grande parte de sua carreira televisiva: Chómpiras, um ladrão pouco inteligente – para não variar – que tentava praticar diversos delitos com seu parceiro Peterete (Ramón Valdés) e que, nos anos 80 no Programa Chespirito (no Brasil, Clube do Chaves) tentaria deixar a vida de crimes e se tornar um homem honesto. Nos anos 70, enquanto Chaves ainda era um programa solo, algumas histórias curtas da dupla de bandidos eram exibidas antes dos episódios do personagem titular.

Graças à inconstância da dublagem da equipe de Marcelo Gastaldi (1944-1995), os personagens dos esquetes de Chómpiras ganharam diversos nomes durante os anos. Em Boas festas, Chómpiras é “Beterraba” e Peterete é “Carne Seca”, talvez os nomes menos bizarros que a dupla iria ganhar de Gastaldi e companhia.

O enredo do esquete é simples: enquanto desfila pela rua ao som do tema de A Pantera Cor de Rosa, Carne Seca nota uma janela aberta e, com Beterraba, planeja invadir a casa, evitando o guarda noturno (Carlos Villagrán) que patrulha o quarteirão. O humor físico de Valdés e Bolaños coroam esse segmento, que só foi estrear no Brasil, pasmem, em março de 2010, pelo canal fechado TLN. Enquanto o Beterraba de Bolaños se joga no chão para sair de um latão de lixo e se esforça para catapultar seu comparsa pela janela, com um humor mais escrachado, a atuação corporal de Valdés como Carne Seca é campeã. No encontro inicial entre ele e o guarda, quando acontece uma curta discussão sobre cigarros, que culmina com o bandido insultando o policial e usando seu gorro para jogar as cinzas de seu fumo, Don Ramón mostra toda sua canalhice facial. Fica apenas a questão para a equipe de dublagem: por que diabos o título do esquete é “Boas festas“?

21687988754872

Enquanto Boas festas é inteiramente humor corporal, o esquete de Chaves aposta mais na oralidade. E o primeiro insulto vem de filha para pai, com Chiquinha (Maria Antonieta de las Nieves) dizendo para Seu Madruga (Ramón Valdés) que está recortando uma imagem dele para um trabalho sobre desnutrição. E isso, como dito na apresentação, é a base da série e já dita seu tom: neste seriado, a filha vai chamar o pai de desnutrido com a maior naturalidade possível.

Quico (Carlos Villagrán) aparece com um daqueles bexigões bonitos, transparentes, com os quais apenas crianças dos anos 70 se divertiriam. E, então, já temos mais construção de personalidades. O moleque tenta fazer inveja para Chiquinha. Sem cerimônia, assim como insultou o pai segundos antes, ela usa sua tesoura para fazer com que o balão do bochechudo saia voando. Chaves (Roberto Bolaños) percebe a bexiga enroscada em uma das paredes da vila e faz um trato com Chiquinha: se ele recuperar o balão, ela lhe dará um resto de torta (que alguns minutos depois viraria “sanduíche”) que lhe sobrou do recreio.

21687988754873

Para recuperar o balão, Chaves vira o barril no pé do Sr. Barriga (Edgar Vivar), que exibe vistosas costeletas. Nesta dublagem de 1988, Mário Vilela (1935-2005), dublador clássico do Sr. Barriga, guincha como Nhonho. E este seria a primeira de muitíssimas vezes que o gordo apanharia de Chaves. Este episódio, diga-se, não é o primeiro produzido. Antes de Chaves ser um programa único, de meia hora em 1973, era exibido em esquetes em 1971 e 1972. Algumas compilações destes esquetes foram usados para encher a temporada de 73, mostrando episódios mais arcaicos. O quinto episódio, por exemplo, deixa isso claro, com roupas, personalidades e locais diferentes. Aqui, em Balões, as personas já estão definidas, Seu Madruga usa a cor “certa” de roupa e vive com Chiquinha na casa correta. E, para um “primeiro episódio”, uma quebra já faz pouco sentido. Seu Madruga está trabalhando e tem o dinheiro contadinho para pagar o aluguel. A lendária dívida de 14 meses ainda não deu as caras.

Entramos, então, em uma rotina que será o centro de praticamente todos os episódios de Chaves até 1979. O núcleo básico tem que ser formado por Chaves, Quico, Seu Madruga e Dona Florinda (Florinda Meza), de roupa verde e sem bobes nos cabelos. Aqui, durante uma discussão, Quico atira o sanduíche de Chaves ao chão. Irado, o moleque tenta acertá-lo com uma vassoura. Seu Madruga toma a arma do garoto enquanto Quico grita por sua mãe. Quando vê a situação, Florinda acredita que Madruga é o agressor e lhe desce um de seus pavorosos tapas (aqui, o barril virado no meio do pátio a impede). Essa sequência daria corpo para a maioria dos episódios da série e, em 1979, quando Carlos Villagrán e Ramón Valdés deixaram o programa, Bolaños ficou tão perdido que teve de introduzir novos personagens, locais e situações loucas ao roteiro para suprimir a falta da dupla.

Por enquanto, Bolaños ainda não está tão desesperado. Balões não possui nenhuma trama mais importante, rebuscada ou longa, nenhum elemento de roteiro distante demais da base de sempre. É simplíssimo. As três crianças da vila querem recuperar um balão enroscado. Para isso, infernizam a vida de todos que aparecem. Depois, começa uma farra de explosões de balões. Não tem uma grande piada final, nem nada. É simples e rápido. As gags com estouro de bexigas ainda seriam muito utilizadas nos anos seguintes. No fim das contas, nenhum dos dois esquetes é brilhante ou memorável. Ambos são bem simples, mas já são uma boa base para os episódios seguintes.

Prêmio “Foi Sem Querer Querendo” de Melhor Insulto:
Seu Madruga: – Além disso, você nunca tinha visto um gordo como o Sr. Barriga?
Chaves: – De graça, não.

Notas
Sr. Barriga chama o barril que Chaves lhe rolou no pé de “objeto contundente”. Claro, Chiquinha adota o vocábulo e Chaves erra, chamando o barril de “objeto com teus dentes”. Anos e anos depois, utilizariam o famoso “corpo de Benito” para falar de uma bola de boliche.

Advertisements

About Alvaro Olyntho

https://about.me/alvaroolyntho
This entry was posted in Chaves, Primeira temporada, Resenha, Televisa. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s